Deuses Cretenses

O número total de deuses do panteão minoano é o menor possível. Afinal, é um povo que acredita numa única deusa. Ela é a Deusa-Mãe, um criatura imortal que transita entre o mundo físico e mundo espiritual, sem nunca envelhecer ou ser morta, pois nasceu diretamente da própria Terra e do Céu.

 

378f11ca2c524f421ab6e581fe3783b3

A Deusa-Mãe

A Deusa-Mãe é retratada como uma mulher esguia, de alva tez e cabelos negros. Ela veste uma coroa de flores na cabeça e uma longa saia. Seus seios estão à mostra por ser um símbolo de fertilidade. Seu véu é cintilante por ser uma mostra de divindade. Em cada mão, ela segura uma serpente à altura dos ouvidos para representar suas capacidades proféticas.

  • A Deusa-Mãe

 

Os Arautos

A Deusa-Mãe entregou a imortalidade à sete mulheres que transmitem suas palavras ao redor do mundo. Enquanto estas sete mulheres estão sempre em peregrinação, a Deusa-Mãe também está sempre acompanhado de sua comitiva, que é defendida pelo poderoso Touro Branco, seu protetor. As sete sacerdotisas possuem o dever de iniciar os ritos de adoração ao derramar libação sagrada e realizar sacrifícios de touros. Em seguida, procissões são comumente realizadas para entregar oferendas às deusas nos santuários no pico dos montes ou nas cavernas, levando do sangue bovino sacrificado com leite, mel e vinho.

  1. Britomarquis, a mensageira no Mar.
  2. Dictina, a mensageira dos Céus.
  3. Leuquipe, a mensageira na Terra.
  4. Europa, a mensageira nos Subterrâneos.
  5. Pasiphae, a mensageira entre os homens.
  6. Potnia, a mensageira entre os animais.
  7. Ariadne, a dama sagrada.
  8. Touro Branco, protetor da Deusa
The_Abduction_of_Europa,_Jean-François_de_Troy

Jean François de Troy 1679 – 1752