Deuses Canaanitas

A terra de Canaã sempre teve muitos deuses, mas uma revelação do grande profeta que libertou o povo de Israel trouxe a verdade. Não há outro Deus além do Deus Único.

James Tissot (1836–1902)

El, o Deus Único

O Criador dos Céus e da Terra na grande maioria das vezes é referido apenas como Deus, se pronuncia no idioma do povo escolhido como “El”, mas outros possui muitos epítetos podem ser utilizados. Ele é o Deus Altíssimo (“El Elyon”),  o Deus da Montanha (“El Shaddai”), o Deus Eterno (“El Olam”), o Deus Elevado (“Elohim”), o Deus da Aliança (El Berit), o Nosso Senhor (“Adonai”) e Aquele que é (“Yaweh”). Ese grande Deus invisível, sem forma e todo-poderoso se revelou ao povo de Israel com as seguintes palavras:

“Eu Sou o que Sou. Sou eu o Senhor. Sou o Deus dos teus antepassados: o Deus de Abraão, Isaque e Jacó. Esse é o meu nome para sempre, nome pelo qual serei lembrado de geração em geração. Eu sou o Senhor, o teu Deus, que te tirou do Egito, da terra da escravidão. Não terás outros deuses além de mim. Não farás para ti nenhum ídolo, nenhuma imagem de qualquer coisa no céu, na terra, ou nas águas debaixo da terra. Não te prostrarás diante deles nem lhes prestarás culto, porque eu, o Senhor teu Deus, sou Deus zeloso, que castigo os filhos pelos pecados de seus pais até a terceira e quarta geração daqueles que me desprezam, mas trato com bondade até mil gerações aos que me amam e guardam os meus mandamentos”.

Após sua revelação, o Deus Único entregou aos israelitas as Tábuas com os muitos mandamentos que devem ser seguidos por seu Povo Escolhido na busca pela perfeição moral e orientação da vida diária de seus seguidores. Esse  código de lei também chamado de “Aliança” ou “Testamento” se pronuncia como “Torá” no idioma do Povo Escolhido. 

James Tissot (1836–1902)

Falsos Deuses

Um grupo de poderosas divindades era reverenciado em Canaã antes da chegada do Povo Escolhido e ainda hoje enganam as pessoas para que caiam em pecado. Seus poderes rivalizam com suas mentiras. Eles falsamente se autodenominam os “Filhos de El” e desceram aos povos terrenos para lhes ensinar a produção de armas em troca de belas filhas para se acasalar e da morte de bebês em sacrifícios humanos. Esses falsos deuses são:

  • Baal Adad, deus dos Céus
  • Yam, deus dos Mares
  • Mot, deus das Profundezas
  • Astarte, deusa da Sexualidade
  • Dagon, deus dos Homens
  • Shala, deusa da Compaixão
  • Anat, deusa da Guerra

James Tissot (1836–1902)