Criação de Heróis

Guia Rápido para Criação de Heróis

 O cenário da Era dos Heróis possui inúmeros heróis prontos para serem utilizados, mas criar um novo herói é algo que sempre deve ser incentivado. Esse novo herói pode ser criado através da Ficha de Personagem cujo preenchimento pode ser feito através dos seis passos descritos a seguir. Perceba que para muitos desses passos há um capítulo específico, descritos a seguir, como o de Raças, Habilidades e Profissões.

 

1) Escolher um Nome

A escolha do nome é uma das características principais de um herói. Afinal, é através dele que será conhecido e reverenciado por todo o mundo. Os nascidos neste período recebem um único nome ao nascimento e ele pode variar tanto quanto a imaginação dos pais. Nomes masculinos, em geral, apresentam final “-o” ou “-eu” como “Tântalo”, “Mégaro”, “Epopeu” e “Aristeu”. No entanto, também é comum o uso das terminações “-es”, “-is”, “-on”, “-or” e outras (Ex: “Péricles”, “Palemon” ou “Arestor”). Os nomes femininos, por sua vez, possuem vogais na terminação como “-a”, “-e” e também “-o” (Ex: “Clonia”, “Antiope” ou “Clio”).

O Sobrenome indica alguma característica do herói. A maioria faz referência ao nome da cidade onde nasceu como “Amonion de Atenas”, “Tirteu de Esparta” e “Creteu de Iolcos”. Outros adotam algum título de sua profissão como o lutador “Dioxipo Pankratos” e o ladrão “Termero Diarriktis”. Existem aqueles que utilizam alguma característica que os distingue como “Antigono Caolho”, “Dio Voz de Ouro”, “Báco Dionísio” (o “Renascido”) e “Mantio Antifates” (o “Contraditório”). Há ainda aqueles que utilizam sobrenomes de família ou do pai, em geral com o sufixo “-ida” como Perseida (família de Perseu), Pelopida (família de Pélopes) ou Danaida (família de Dánao).

2) Escolher a Raça (02 XP)

A raça define importantes aspectos de um herói. Ele indica a região onde ele nasceu, a sua aparência, como se relaciona com as outras raças, e algumas habilidades especiais, com vantagens próprias de cada uma. Na criação do herói, todas custam dois (02) Pontos de Experiência (para mais informações sobre estes pontos, veja o capítulo de “Habilidades”).

Existem cinco povos principais cujas raças podem ser escolhidas para o seu herói. O mais comum certamente é o a raça Micênica, mas outros povos podem ser escolhidos. Como descrito no capítulo de “Raças”, assim como suas vantagens, os principais povos são:

– Micênico                O Povo Civilizado
– Harpia                      O Povo de Asas
– Dátilo                       O Povo Pacífico
– Ninfa                        O Povo Mágico
– Sátiro                       O Povo Fanfarrão

3) Escolher DUAS Profissões (12 XP)

A escolha das profissões é a decisão mais importante para as aventuras do herói. Ela determina especificamente sua função e como agirá durante uma aventura. Ao escolher DUAS profissões, há o custo de doze (12) Pontos de Experiência na compra das habilidades específicas. Essas habilidades específicas de cada profissão são descritas no capítulo de “Profissões”.

Aqueles que desejam ter o foco central no combate devem escolher os guerreiros pois estes são a linha de frente das batalhas. Os espiões não participam do combate pois possuem habilidades especiais para situações de agilidade e destreza. Os Caçadores, da mesma forma, estão mais reservados a situações com a natureza e seus instintos. Os Sábios e Manipuladores também não possuem foco no combate sendo referências quando conhecimentos são solicitados. E os profetas estão focados no auxílio aos seus colegas através da magia, embora sejam bastante versáteis para outras funções.

– Guerreiro           O Especialista em Armas
– Espião               O Mestre da Furtividade
– Sábio                             O Dono das Respostas
– Caçador             O Dominador da Natureza
– Manipulador      O Senhor das Marionetes
– Profeta              O Detentor do Poder 

4) Pontos Extras (07 XP)

Um herói básico possui um custo de quatorze Pontos de Experiência (dois pontos da raça e doze pontos da profissão). O Narrador deve fornecer quantos Pontos de Experiência extras achar necessário para a criação de um herói. O recomendado são sete (07) Pontos de Experiência extra para heróis iniciantes. O jogador está livre para gastar esses pontos como quiser para adquirir títulos da própria profissão ou buscar habilidades de outras.

Após finalizar a criação, um herói iniciante possui vinte e um (21) Pontos de Experiência, mas algumas aventuras podem requerer o uso de heróis mais poderosos (muitas campanhas são focadas nesse tipo de herói). Neste caso, o Narrador pode fornecer uma grande quantidade de Pontos de Experiência de forma que heróis com quarenta (40) desses pontos atingem patamares lendários. Mais pontos do que isso, significa que são semi-deuses.

5) Escrever a História

Esse é o momento de pensar na origem do herói, o que é extremamente importante na sociedade civilizada. Alguns heróis não conhecem sua origem por terem sido abandonados ao nascimento. Outros nasceram de famílias humildes. Os nobres são provenientes de famílias ricas ou políticas. E um tipo crescente de herói são príncipes ou mesmo reis das inúmeras cidades que percorrem o mundo em aventuras.

– Origem         Humilde
Nobre
Real
Abandonado (órfão)

Em seguida, deve-se definir onde o herói aprendeu suas habilidades e qual a motivação desse treinamento. Ele é um nobre em busca de notoriedade, um filho de deuses honrando sua herança, um escolhido para uma missão especial, um puro altruísta atrás de fazer o certo ou apenas alguém querendo emoção. Esse treinamento pode vir de um professor, de familiares, de algum amigo ou pode ter sido desenvolvido sozinho.

– Treino           Sozinho
Professor
Amigos
Familiares

Por fim, deve-se definir a a cidade onde o herói possui suas moradia. As capitais de Esparta, Tebas e Iolcos são os berços do heroísmo no mundo civilizado, mas outras cidades podem ser escolhidas e muitos heróis podem ser nômades. Deve estar explicito também se vivem sozinhos ou se dividem moradias com outras pessoas como grandes amores, familiares e amigos.

– Micenas       Capital da Civilização
– Argos            Capital em Decadência
– Esparta         Cidade Guerreira
– Atenas          Cidade Submissa
– Tebas            Cidade Amaldiçoada
– Iolcos            Cidade dos Cavaleiros
– Calidão         Cidade dos Monstros
– Knosso          Cidade Imperial
– Ecália            Cidade do Ouro

Depois de descrever nome, raça, profissão, habilidades, treinamento, herança e residência, muita coisa do passado do herói pode ser inferida. O importante é interligar todas essas informações em uma história coerente. E adicionar todos os eventos marcantes e todas reviravoltas ocorridas desde o nascimento, infância e adolescência até a idade atual do herói. Embora este seja um passo da mais extrema importância, ele sempre pode ser escrito e re-escrito em momentos futuros. Em especial, quando já se está mais familiarizado com o mundo da Era Heróica.

6) Descrever a Personalidade

Esta é a característica que descreve como o herói atuará durante a aventura. A principal definição da personalidade do herói é indicar a sua tendência em ajudar as outras pessoas. Os heróis altruístas são os típicos heróis que percorrem o mundo em busca de ajudar os necessitados. Os heróis Individualistas são aqueles que buscam aventuras para a realização de seus próprios objetivos.

Outra característica da personalidade é sua Atitude, descrevendo a forma como responde aos acontecimentos ao seu redor. Os heróis explosivos não levam desaforo para casa respondendo de forma imediata e muitas vezes exagerada. Os heróis pacientes são capazes de controlar os seus instintos e suportar os piores eventos sem reclamar.

Enfim, o Convívio indica como esse herói age durante o encontro com outras pessoas. Os extrovertidos são livros abertos que expõem seus pensamentos para todos, sejam elogios ou duras críticas. Os introvertidos guardam esses pensamentos para si expondo-os apenas quando conveniente.

– Tendência     Altruísta ou Egoísta
– Atitude         Explosivo ou Paciente
– Convívio      Extrovertido ou Introvertido

Fim – Parabéns! O seu herói está criado!