Caminho do Espírito

O mundo ao nosso redor é regido por forças que são invisíveis aos nosso olhos. Essas forças não apenas estão ocultas à nossa visão, mas também estão também ocultas a nossa audição e ao nosso toque. São forças só são percebidas por algo além da capacidade física. Alguns chamam essa percepção além dos sentidos de “Intuição” quando está relacionada a coisas do mundo exterior ou de “Consciência” quando está relacionada com a própria mente. No entanto, uma palavra é mais adequada exatamente por englobar essas duas percepções em um único conceito que está além dos cinco sentidos. Essa palavra é o “Espírito”, que é algo presente em todos os seres vivos.

 

O que é o mundo espiritual?

O mundo invisível ao nosso redor é dominado por forças ocultas para o bem e para o mal, que são fortalecidas por nossos pensamentos e por nossas ações. Quando entramos em uma casa, percebemos sensações que foram emanadas por seus antigos moradores. É a sensação de nos sentirmos inexplicavelmente acolhidos em determinado lugar e extremamente desconfortáveis em outro. É a sensação em uma mesa de jantar que muda subitamente com a chegada de um determinado convidado seja para o melhor ou para o pior. É o sentimento de que algo errado prestes a acontecer. É uma sensação de bem estar sem explicação. Esses sensações derivam de forças que são emanadas a todo o momento, por todas as coisas e por todas as pessoas através desse mundo invisível que chamamos de “Mundo Espiritual”.

 

O que são as emanações espirituais?

Existem emoções básicas que são percebidas no rosto de uma pessoa. São elas Nojo, Raiva, Medo, Tristeza, Surpresa, Desprezo, Excitação, Culpa, Mentira, Orgulho, Alívio, Prazer e Vergonha. Todos as sensações mentais decorrentes da consciência humana são formadas através da mistura de alguns dessas emoções. Por exemplo, o desejo de justiça pode ser descrita como uma mistura de pelos menos cinco dessas sensações. A libido, a solidão, o rancor, a rebeldia e outras também são formadas por mais de uma dessas emoções básicas e ocorre de forma tão complexa que essa mistura pode emoções pode variar de indivíduo para indivíduo até para uma mesma situação. O espírito também emana sensações puras como as dessas emoções básicas e também de todas as sensações complexas, o que incluem toda a infinita gama de reações humanos.

 

Como age o espírito de cada indivíduo?

Assim como cada pessoa possui uma face própria que é única para cada indivíduo, cada pessoa possui o seu espírito que também é próprio para cada indivíduo. Diferente das nunces de nossa face, que são formadas por combinações de linhas, rugas e sinais aparentes através de nossa pele, o espírito de um indivíduo é formado por uma combinação única de emoções e sentimentos. Esse espírito está em constante evolução através dos acontecimentos em nossas vidas. Esse espírito também determina a nossa capacidade de reação a tudo o que ocorre ao nosso redor. O espírito de cada pessoa é assim único. É individual. É intransferível. E esse espírito está emanando suas nuances no mundo a todo momento e de diversas formas. Nós conseguimos perceber a essência do espírito de uma pessoa através de seus olhos, através de suas expressões, através do seu modo de falar e de muitas outras maneiras. E claro percebemos através do mundo espiritual.

 

Demônios e Falsos Deuses

 

O que são os coletivos espirituais?

Uma vez que uma pessoa emana suas emoções e sentimentos no mundo externo, podemos perceber a essência do seu espírito. Em uma pessoa com depressão, percebemos a tristeza emanada por ela. Em outras pessoas, percebemos a raiva, a alegria, a culpa, o amor, o desprezo, o orgulho e muitas outras sensações. Se duas pessoas com a mesma emanação de tristeza compartilha o mesmo ambiente, suas emanações do espírito se somam. Popularmente, se diz que o ambiente ficou “pesado” ou “carregado”. Essa soma de emanações apenas aumenta a cada nova pessoa adicionada no ambiente. Essa soma de espíritos se tonar um “Coletivo Espirital”.

 

O que são as entidades espirituais?

O coletivo espiritual é a soma das emanações de vários indivíduos. Esse coletivo se torna um espírito próprio em si e reage ao ambiente externo de acordo com suas características. Uma casa possui um espirito próprio que reflete seus moradores. Uma comunidade possui um espírito próprio formado pela soma das emanações de cada um dos seus participantes. Uma cidade possui um espírito próprio a partir do espírito dos seus habitantes. E assim por diante. Quando entramos em determinado lugar, percebemos o espírito desse lugar. Uma cidade emana calma e tranquilidade. Outra emana libido e excitação. Aquela pode emanar raiva e rancor. Essa pode emanar devoção e espiritualidade. É possível perceber esse espírito através da arquitetura local, da expressão dos seus moradores e de outros sinais externos. Essa soma de diferentes espíritos numa identidade comum é chamada de “Entidade Espiritual”, que pode ser um espírito de uma comunidade como exemplificado, mas também ser um sentimento ou um desejo humano.

 

Como funciona a devoção às entidades?

 

Muitos realmente podem se perguntar: Será que há algum componente sobrenatural para essas sensações? Ou será que é nossa mente captando sinais individualmente imperceptíveis no ambiente e nas faces das pessoas que encontramos? A verdade é que a resposta é