A Guerra de Troia ocorreu no ano de 1180 a.C.?

Muitos pesquisadores tentam descobrir quando ocorreram os eventos da Era dos Heróis. Certamente, existem inúmeras teorias que posicionam esse período em datas bem determinadas e que se baseiam principalmente em duas importantes descobertas históricas relacionadas à Guerra de Troia: Sítio Arqueológico Troia VIIa e as Cartas Hititas

Sítio Arqueológico Troia VIIa

As ruínas da cidade de Troia foram localizadas na parte ocidental da Anatólia há 150 anos e desde então escavações buscam elucidar a maior das questões: Em qual ano ocorreu a Guerra de Troia? As escavações mostram que a cidade foi fundada por volta do ano 3000 b.C., mas sempre foi um povoado modesto, que continuamente teve sua cidade destruída e reconstruída por cinco vezes em razão de incêndios, invasões e desastres naturais.

A cidade de Troia VI começou a mostrar um povoado mais refinado a partir dos anos de 1600 BC, que trouxe ao local os primeiros cavalos à cidade. Rachaduras em suas muralhas nos fazem crer que a cidade foi evacuada e destruída por um terremoto por volta do ano de 1260 BC. Felizmente, não demorou para ser repovoada, dando início a Troia VIIa. Esta nova cidade que foi reconstruída sobre a anterior chegou a ter mais de dez mil habitantes, o que era uma grande população para a época. No entanto, ela durou pouco tempo. Cadáveres, incêndios e pontas de flecha fazem crer que este novo povoado foi destruído por uma guerra por volta do ano de 1190-1180 BC. Certamente, é um achado muito favorável para colocar a Guerra de Troia nesta data.

Carta Hititas

Povos tão importantes como Micenas e Troia certamente realizavam alianças com os povos vizinhos. Em especial, havia os Hititas que foram a potência militar entre os anos 1300 e 1100 BC. Duas cartas encontradas na cidade histórica de Hattusa, capital do império Hitita, tratavam de assuntos sobre Troia: a Carta de Manapa-Tarhunta (1295 BC) e a Carta de Tawagalawa (1260 BC).

Carta de Manapa-Tarhunta (1295 BC): É uma carta que descreve as ações de um belicoso líder local chamado Piyama-Radu que atacava as cidades ao oeste do império Hitita, inclusive descrevendo um ataque à cidade de Wilusa (Ilium/Troia). Aparentemente, o rei Hitita enviou o líder Manapa-Tarhunta, governante das cidades do rio Seha, para confrontá-lo, mas este falhou em sua missão. Houve uma grande tentativa de relacionar Piyama-Radu com o rei Príamo de Troia pela semelhança fonética dos nomes. No entanto, essa tese é pouco aceita porque este líder atacava a cidade de Troia e nunca a governou.

Carta de Tawagalawa (1260 BC): É uma carta para um não-nomeado rei da Áquea (Ahhiyawa), que era uma denominação muito utilizada pelos gregos micênicos quando se referiam a si mesmos. Nessa carta, os Hititas solicitavam ao rei da Áquea a extradição do infame Piyama-Radu, que tantos problemas causou ao império Hitita. Em especial, há um trecho da carta bem especial que diz: “Agora, como nós (Aqueus e Hititas) chegamos à um consenso no assunto de Wilusa (Ilium/Troia), sobre a qual nós fomos à guerra…”. Esta frase certamente pode ser um indicativo para a Guerra de Troia.

 

Conclusão

Por um lado, o sítio Arqueológico de Troia VIIa favorece que a Guerra de Troia tenha se encerrado por volta do ano de 1180 BC quando a cidade foi realmente destruída por uma invasão estrangeira. Por outro lado, as cartas Hititas podem ser interpretadas como que a Guerra de Troia tenha se encerrado por volta do ano 1260 BC se considerarmos  a frase “agora, como nós chegamos à um consenso no assunto de Wilusa, sobre a qual nós fomos à guerra…” como sendo uma menção à Ilíada.

Qual das datas seguir? 1260 BC ou 1180 BC? Eis a questão. Infelizmente, apesar de não serem tão distantes uma da outra, não é possível traçar uma convergência. Na verdade, consideradas bem conflitantes pelos historiadores. No fim, o consenso dos pesquisadores tende a colocar os achados no sítio de Troia VIIa como sendo mais confiáveis, mas a dúvida certamente persiste até hoje.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s